terça-feira, 27 de março de 2012

Radares na BR-101 trecho sul de SC

Três radares fixos e mais três lombadas eletrônicas estão em funcionamento na BR-101 desde o dia 13 de fevereiro. Os equipamentos foram instalados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) há alguns meses e estavam em fase de testes. O funcionamento com autuação iniciou em 13 de fevereiro.
Os radares fixos, também conhecidos como pardais, foram instalados em Imbituba no km 291,2; em Tubarão, no km 336; e em Sangão, no km 366,1. As lombadas estão instaladas em Araranguá nos km 413,6 e 413,8 e em Sombrio, no km 432,5. O limite de velocidade dos radares é de 110km/h e para as lombadas, 50km/h.
O sistema é controlado pelo Dnit, que repassa as notificações para o órgão de trânsito, o Detran. A Polícia Rodoviária Federal é responsável apenas pelos radares móveis. Na região Sul são três radares, um em cada posto: Araranguá, Tubarão e Paulo Lopes. O Dnit ainda não tem relatórios de quantas multas foram aplicadas desde o início do funcionamento dos radares e lombadas.
Segundo a assessoria de imprensa do Dnit, a legislação brasileira não determina que haja avisos de que a rodovia é fiscalizada eletronicamente. A mudança ocorreu no fim do ano passado. “A obrigação é que haja sinalização apenas do limite máximo de velocidade no trecho. A legislação foi cumprida, porque os locais onde os radares foram instalados estão em faixa duplicada, o limite de velocidade é 110km/h e os trechos estão sinalizados. Os aparelhos passaram por uma fase de testes e também pela verificação do Inmetro”, afirma a assessoria. A multa por excesso de velocidade é de R$ 574,61, a infração é gravíssima e gera sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Nenhum comentário: